Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Outubro 2013

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031


Pesquisar

 


What is Love - Part V

Quinta-feira, 10.10.13

Década de 70


 

Bill e Mary tinham passado sete anos sozinhos e separados só se vendo sempre que os filhos faziam anos, sempre que havia uma festa de natal na cidade e na passagem de ano. Mary não tinha tido mais ninguém entretanto e agora já tinha 45 anos. Continuava com uma boa aparência apesar de já se notar algum cansaço, principalmente cansado vindo da tristeza que sentia por ter menosprezado o marido. Bill estava magoado, uma vez tinham tentado falar, mas ele disse que não o queria fazer, ela perguntou-lhe se ele tinha alguém e, orgulhoso como era mentiu dizendo que tinha, a partir daí as tentativas de falar com ele vindas de Mary pararam, apesar dela nunca o ter visto com ninguém. 
Hoje era aquele dia que Mary tanto falava, Anne Marie ia fazer dezoito anos e sair de casa, já tinha sido choro seguido de choro quando o mais velho tinha comprado uma casa para ele e para a mulher. Ela percebia, Anne Marie já tinha um namorado e agora que tinha atingido a maioridade queria sair de casa, mas sentia-se sozinha. Tinha afastado o ex-marido porque se ia sentir sozinha quando os filhos fossem embora de casa, mas agora ainda se sentia pior.

-Mãe, não fiques assim - suspirou Anne Marie dando uma festa na bochecha da mãe que já choramingava.

-Desculpa - pediu. Era mais forte que ela, ela sempre tinha sido muito chorona. Anne Marie sorriu.

-Não te vou deixar, eu venho ver-te - garantiu olhando para Frederic que estava à porta com as malas. Mary assentiu dando dois beijos à filha e abanou a mão. 

-Vai antes que eu mude de ideias - ambas se riram, apesar de Mary não ter vontade. Assim que o carro arrancou Mary olhou para aquela casa enorme e ao seu dispor, completamente para si. Talvez fosse hora de arranjar outro rapaz, mas não, ela não conseguia, ainda tinha muitos sentimentos por Bill, não o ia conseguir esquecer para o resto da sua vida. Estava a virar as costas para ir para a sala quando se ouviu um carro chegar. Juntou as sobrancelhas por não ver quem poderia ser e foi espreitar à janela sentindo o coração nas mãos quando viu que era Bill. Ela mordeu o interior da bochecha e mesmo antes dele bater à porta ela já a estava a abrir. Quando a viu, Bill hesitou um passo, mas logo continuou cruzando os braços ao peito à sua frente. 

-Eu atrasei-me, ela já foi? 

-Atrasaste-te com a tua mulher, foi? - perguntou Mary com um sorriso cínico, não se tinha conseguido conter. Bill sorriu dos ciúmes e abanou a cabeça.

-Não, eu não tenho nenhuma mulher, nunca tive, só te tive a ti - disse calmamente fazendo o coração da mulher bater mais depressa com a esperança de o voltar a ter, mas ele não ia querer depois de tudo. Baixou o olhar e assentiu.

-Ela já foi, desencontraram-se por pouco tempo - informou sentindo o seu queixo ser levante pelos dedos de Bill.

-Não gostei que menosprezasses o que fiz, mas tinhas razão é impossível - disse Bill. Ele tinha-se esforçado ao máximo para provar a Mary que estava errada, que era possível encontrar uma cura.

-Não - disse ela muito rapidamente já a olha-lo - não é impossível, só é pouco provável - sorriu um pouco e encostou-se à ombreira da porta para o deixar passar.

-Acreditas mesmo nisso? - perguntou ele enquanto entrava. Olhou em volta vendo que apesar de terem passado uns bons sete anos a casa continuava tal como ele tinha saído. Mary não disse nada enquanto o olhava, apenas assentiu para lhe responder. - Continuas muito bonita - disse ele passando os dedos pela bochecha da mulher. - E eu não gostava nada de te ver sozinha neste casa - Mary levantou o olhar para os olhos dele e fez um esforço para não sorrir.

-O que queres dizer com isso? - perguntou com o coração a bater muito rápido. 

-Deixas que volte para casa? -  Mary quase que lhe saltou para cima naquele momento, mas em vez disso resolveu desatar a chorar de novo, mas desta vez de felicidade. 

-Estúpido - murmurou já encostada ao peito dele e a ser abraçada por aqueles braços musculados que sempre lhe deram proteção - estúpido, estúpido, não deviamos ter passado tanto tempo afastados - disse limpando as bochechas - podias ter falado comigo quando quis, podias não ter mentido.

-Isso agora importa? Estamos juntos agora.  - Mary limpou mais uma vez as lágrimas e assentiu. 

-Então e agora? O que fazemos? - perguntou com um sorriso feliz. 

-Agora eu vou buscar as minhas coisas e... - ele olhou-a com um sorriso terno - queres casar comigo?

 

 

não ainda não tinha acabado ontem ^^ eu vou continuar até aos dias de hoje mais ou menos

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Cate J. às 18:10

4 comentários

De i. a 10.10.2013 às 18:23

estou a chorar que nem um bebé, mas isto é demasiado sentimento para uma pessoa só.
adorei, como sabes, e acho muito bem que eles tenham voltado um para o outro, ia revoltar-me caso isso não acontecesse, por isso, espero que continuem juntos até aos dias de hoje e que o Tony seja muito feliz com a mulher e a Anne com o Fred
eu não sei bem o que esperar dos próximos capítulos, tu estás sempre a surpreender uma pessoa, mas eles que fiquem sempre juntos, olha que eu chateio-me
quero mais, despacha-te

De Joanna a 10.10.2013 às 18:45

laqlalala eu sabia que ia continuar e que eles iam voltar a ser adoráveis juntos lalalala
omg vais continuar até aos dias de hoje? omg isso quer dizer que eles vão estar muito velhinhos e que a anne marie e o frederic e.e vão ficar juntinhos e ter mais bebezinhos adoráveis nesta fic E O COISINHO QUE NÃO ME LEMBRO O NOME? O FILHO MAIS VELHO HM? EU SEI QUE ELE ERA MAUZINHO MAS COITADINHO, QUERO SABER DELE
beijinhos

De twilight_pr a 10.10.2013 às 19:43

AMEI! OH God ainda bem que eles ficaram juntos estou mais que feliz *.*

De Maria a 10.10.2013 às 23:09

weeeeeeeee amei o facto deles terem se acertado

Comentar post




Comentários recentes

  • Helena Pinto

    Olá :)

  • Andrusca ღ

    omg será que é esta que eu vou conseguir seguir do...

  • i.

    devo dizer que com o frio que estou consigo imagin...

  • twilight_pr

    Gostei imenso! Aliás adorei!Devo dizer que fiquei ...

  • Joanna

    ahahahahhahahaAHAHAHHAAHHAHAHAHAHAHAH ele é tão se...



Posts mais comentados