Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Novembro 2012

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930


Pesquisar

 


The one - 4

Segunda-feira, 19.11.12

The one  - 4

"Ele beija mal?"

 

 

 

Estava com Camilla no cacifo, quando Jack se colocou à frente do meu, sendo seguido de Mason que se desequilibrou fazendo Jack quase cair. Levantei as sobrancelhas e ambos me sorriram.

-O que é que se passa? - perguntei.

-Amanhã é feriado - começou Mason com uma voz amuada olhando de lado para o outro. Jack recompôs-se e olhou-me.

-E quê? - perguntei com um suspiro.

-E hoje eu vou fazer uma festa, o meu pai e a minha mãe - a Madrasta - vão estar fora - disse cruzando os braços fazendo-me olhar para os músculos dos mesmos. Eu ainda ia morrer. Suspirei, desta vez porque ele era mesmo bonito e ouvi-o continuar a falar, despertando - foram de fim-de-semana prolongado - acrescentou.

-A minha mãe morreu à três di.. - Mason interrompeu-me.

-Tens alguma coisa melhor para fazer? Não pois não? Então, vai ter com a Marie e arranja-te - disse ele muito autoritário fazendo-me sorrir. A sério, só eles. Mal não me ia fazer e podia ser que me distraísse. É claro que não podia dizer que não estava triste, mas de alguma forma a morte da minha mãe não me tinha afectado tanto como aconteceu ao meu pai.

-Estás bem?  - perguntou Jack por eu estar tanto tempo calada com o olhar fixo nele. Assenti com um sorriso e ele continuou - Então vais não é? Ando a programar isto desde... desde a semana passada mas isso não interessa, tu vens e pronto - disse muito tão decidido quanto Mason. Ele estava tão diferente comigo desde aquele dia, para melhor, nós deixamo-nos de falar por coisas estúpidas e irrelevantes, eu era apenas uma rapariga demasiado orgulhosa para dar o braço a torcer e ele um rapaz demasiado maniento e cheio de raparigas para parecer que se importa.

-Sim, eu vou, mas não exagerem - Mason e Jack entreolharam-se e riram-se. Marie chegou do nada aparecendo à frente deles.

-Vamos ter festa hoje - disse levantando uma mão quase aos saltinhos. - Como é que vai ser Jack? - perguntou-lhe virando-se para ele. Revirei os olhos só de imaginar como é que ia ser o ambiente. Todas as festas eram iguais, era impossível, mas no fundo eu até estava empolgada.

-Anda ali que eu mostro-te - Jack fez um sorriso maroto agarrando na cintura de Marie e praticamente e puxou dali para fora. Mason ficou a olha-los e encolheu os ombros quando desapareceram do nosso campo de visão. Tentei ignorar o quanto aquilo me afectava e olhei o meu melhor amigo.

-Não gostas mesmo nada dele, pois não? - perguntei.

-Ele é fixe quando quer - acabou por dizer depois de parecer ter pensado uns cinco minutos. Voltou a encolher os ombros e abraçou-me -  Vais fazer o furor que fazias antes miúda - disse a rir-se.

 

Já estava em casa dos James, não tinha tido coragem de ir à minha buscar um vestido qualquer, mas decidi que amanhã iria. Marie estava à minha frente com dois vestidos novos que tinha para mim e atrás dela havia outros dois, também novos, para ela escolher.

-Eu gosto do preto - disse-lhe sentada na cama com as pernas à chinês. Ela abanou a cabeça - Não, já chega de preto para ti - resmungou dando-me um vestido verde rendado - Vá, veste isso, combina com os teus olhos.

Revirei os olhos e fui vestir o vestido para a casa de banho colocando apenas alguma maquilhagem não muito carregada para tapar algumas imperfeições. Marie foi depois de mim e fez questão de  me esticar ainda mais o cabelo e puxa-lo  para trás fazendo-me uma trança indiana.

-Marie, as minhas bochechas... 

-Não quero saber, ficas engraçada, toda a gente adora as tuas bochechas gordinhas. - Revirei os olhos mas ela ignorou virando-me para o espelho. Elas estavam todas sobressaídas, só me apetecia tirar aquilo do cabelo e deixa-lo natural - Nem penses, - disse como se me lesse os pensamentos - tens que estar linda - disse - vais mostrar às pessoas que estás de volta, não importa o tempo que passou, percebeste? - perguntou ela olhando para o espelho e eu fiz o mesmo assentindo. Ela tinha razão, eu tinha que voltar, mas isso não me impedia de tentar descobrir quem é que tinha feito aquilo aos meus pais.

Ajudei-a a vestir-se fazendo-lhe uma trancinha igual à minha no cabelo, apesar de ela o ter mais pequenino. Quando estávamos prontas, ambas pegámos nas nossas malas descendo até à sala onde já estava Mason impaciente e à nossa espera. 

-Daqui a pouco era Natal e eu aqui à espera, estou a morrer de fome, vamos lá - disse todo resmungão. Ri-me passando a mão pelo seu ombro.

-Não nos querias bonitas? - perguntei apesar de hoje estar a sentir que devia enfiar a cara num buraco. Ele sorriu e tocou-me nas bochechas apertando-as - Pára de fazer isso - reclamei. 

Acho que pela primeira vez estava a esquecer tudo e já conseguia ser parecida à Rebecca de antes. Saí do carro com os meus saltos altos gigantes e fui ter com Marie olhando para a mansão de Jack. Já estava lá pelo menos metade da escola e às horas que eram duvidava que não aparecesse a outra metade juntamente com mais pessoas desconhecidas. Jack apareceu assim que nós entrámos.

-Finalmente! Venham para a cozinha, guardei o melhor para vocês - disse fazendo um trejeito com a cabeça para o seguirmos e assim o fizemos. Ele estava tão.. a camisola branca dele estava toda justinha ao corpo e as calças escuras estavam um pouco descaídas, mas apenas um pouco, não estavam exageradas. Ele era tão perfeito e tão nada meu. E ainda bem, não sabia se a querer que ele fosse meu, pelo menos não queria ser por aí comentada que tinha cornos ou algo do género.
Quando chegámos à cozinha, onde não estava ninguém, vimos uma taça repleta de morangos. - Eles são tão bons - disse já meio alterado. Levantei as sobrancelhas começando a rir-me e tirei um. E..

-Jack - passei a mão pela minha barriga enquanto me ria - tu enganaste-te, era suposto pôr açúcar, não vodka aqui dentro.

-Ela é esperta - disse abanando a cabeça enquanto apontava para mim. Todos nos rimos e a porta abriu-se. Era uma rapariga ainda mais baixa que eu, ou então não, porque eu estava de saltos e ela não, que se agarrou ao braço do Jack. Olhei Marie que fazia uma cara estranha a aproximar-se deles.

-Olá pessoas - disse a miúda antes de perceber que estava em apuros.

-Desculpa? Podes largar o meu namorado? - perguntou ela calmamente. 

-Ele não é teu namorado - disse quase a saltar para cima dele, vi-o a arregalar os olhos enquanto comia o morango dele como se nada estivesse a acontecer.

-É sim, larga-o sua pita desgrenhada, eu vou matar-te - gritou Marie e só vi a gaja atirar-se para cima dela fazendo as duas caírem. Arregalei os olhos, tal como os dois rapazes. Eles queriam que eu voltasse a  ser eu não era?
Respirei fundo e fui ter com as duas agarrando no cabelo da gaja loira e puxando-o para trás.

-Tu não te atrevas a tocar nem num cabelo da Marie, ouviste? - disse com ela já a chorar. Assim que a larguei ela foi-se embora e Jack começou a rir. Eu nem lhe liguei, tanta merda só por causa dele, mas o que é que ele tinha? Nem era assim tão... ai era, era. Era todo perfeitinho. Fechei os olhos passando a mão pelo cabelo para ver se ainda estava alguma coisa de jeito e endireitei-me.

Marie estava meio atordoada e quando viu Jack a rir-se saiu. Ainda fui para ir atrás dela, mas primeiro, ela precisava de descarregar a raiva dela. Fui ter com Mason e vi-o a rir-se de Jack. 

-Vamos dançar pessoas, já chega de morangos dos chinês - disse o meu melhor amigo agarrando-me na mão e puxando-nos para a sala que estava arranjada de modo a todos pudermos dançar sem andar às cotoveladas uns dos outros.
Jack não parava de me dar bebidas e Mason fazia o mesmo, eu sabia muito bem o que eles queriam, mas mesmo assim não evitava beber. Uma vez não me fazia mal.

-Eu estou a ir por caminhos errados - disse a Mason do nada. Ele riu-se e encostou a cabeça ao meu ombro.

-Porquê Becca? – levantei o olhar para os dela e sorri

-Porque estou a beber para esquecer - respondi-lhe sentindo as mãos de Mason a apertarem a minha cintura fazendo-me ficar colada a ele.

-Não estás nada, estás a beber para te divertir, como todos.

-Não precisamos de beber para nos divertir-mos - ri-me beijando-lhe a bochecha, mas ele desviou a cara e acabei por dar muito ao de leve nos seus lábios. Afastei-me apenas uns milímetros com o coração aos pulinhos, mas ele aproximou-se devagarinho com uma mão na minha bochecha e os meus reflexos estavam tão baixos que eu nem me afastei a tempo de evitar que ele me beijasse.

Afastei-me ainda meio atordoada e saí dali deixando-o sozinho, o que me ia arrepender, mas eu sentia-me em choque. Nunca na minha vida tinha pensado beijar Mason, ele era um irmão para mim. Um irmão que nunca tinha tido, agora que o tinha feito, apetecia-me vomitar. Tirei a minha trança passando a mão pelos meus cabelos para os deixar soltos e Jack apareceu-me à frente.
-Oh meu deus parem de me aparecer à frente - queixei-me levando as mãos aos olhos. Ouvi-o a rir e levantei o olhar para ele quando me puxou o queixo para o olhar.
-Não faças essa cara ruivinha.  – Marie agarrou-me no braço e puxou-me para a cozinha. Sentei-me na cadeira de olhos arregalados. Isto estava de loucos e eu estava bêbada e… estava tudo demasiado hilariante dentro da minha cabeça, apesar de não me apetecer rir. Pelo contrário, apetecia gritar com tanta coisa.
-O teu irmão beijou-me – Marie estava a olhar para mim porque percebeu que eu estava a ficar maluquinha, mas o que eu disse fez com que ela arregalasse os olhos e começasse aos saltinhos.
-Oh meu deus – guinchou levando as mãos à boca. Abanei a cabeça ainda em choque.

-Que nojo – murmurei. Ela fez uma cara séria muito rapidamente e aproximou-se.

-Ele beija mal? – perguntou baixinho como se fosse uma vergonha e com os olhos muito arregalados. Eu abanei a cabeça com o olhar fixo nas minhas mãos durante algum tempo.

-Não, pelo contrário ele beija mesmo bem, não sei porque é que não tem mais namoradas – ela e eu rimo-nos.  O choque já me estava a passar, a parte pior era enfrentar Mason quando o visse. Que vergonha, pelo menos podíamos usar a desculpa da bebida.

-É o Jack não é? – perguntou com um suspiro e sentou-se à minha frente tirando um morango já quase desfeito em álcool, mas mesmo assim ela comeu-o. Eu apenas assenti e ela encolheu os ombros arrastando uma cadeira e sentando-me à minha frente.

-Esquece, ele não é rapaz para ti, nem para ti nem para ninguém – eu continuava sem perceber porque é que ela dizia isto do seu próprio namorado, mas também não tive tempo de perguntar porque a porta abriu-se e fechou-se de repente.

-Shiiiiu – mandou Jack encostado à porta de olhos arregalados - Eles querem que eu cante, eu não vou cantar. Não vou mesmo!

-Vai lá, tu cantas bem – disse Marie com um sorriso. Começava a achar que ela gostava mesmo dele, não sei… se isso acontecesse... não, pela maneira como falava dele não gostava de certeza.  – Canta para mim – saltou da cadeira e atirou-se a ele com um beijo na bochecha. Ou não sei..  – Cantas?

Ele fez-lhe olhinhos para que não lhe fizesse aquilo, mas ela continuou com o seu sorriso, nunca ninguém lhe dizia não. A não ser eu.

-Está bem eu canto – acabou por ceder com uma cara amuada, levantei-me para tirar os sapatos e ele olhou-me. – Para ti também, só faço pelas duas. – disse apontando para nós.

 

Desculpem a demora, o meu tempo ficou apertadinho.

E desculpem a apresentação disto, amanhã eu arranjo-a melhor

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por Cate J. às 21:34

9 comentários

De Joanna a 19.11.2012 às 23:07

awww beijo e o Jack vai cantaaar

De i. a 19.11.2012 às 23:18

OH MEU DEUS..............................DÊEM-ME UM MINUTO! 
''Nem era assim tão... ai era, era.'' OH MEU DEUS, EU PERCEBO-TE, JURO QUE SIM!
e não está nada de jeito? olha aqui para ti .l. 
AHAHAHAHAHAHAHAHAH ''ele beija mal?'' OMG AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA o.o eu não faço comentários com nexo mas opá, eu sou assim o.o
adoro-te ^^

De marie-claire a 19.11.2012 às 23:32

Ieieh, o beijo! :) Ela devia era ter ficado com o Mason xD

Gostei do capítulo, once again! 
Beijinhos*

De NOVO BLOG acupoftea.blogs.sapo.pt a 20.11.2012 às 18:50

OMG!
JACK!
OMG!
E MASON, NAO A BEIJES MEU!




JAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAACK , OH GOD ! SEXYYYYYYYYYYYY ^^




quero maiiiiiiiiiiiiiiiis

De twilight_pr a 20.11.2012 às 20:20

Tu escreves realmente bem ;) continua.
Bjs

De Joanna a 21.11.2012 às 20:48

AHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHHAA EU ESCREVO MAIS AHAHAHAHHAHAHAHAHA OMG ISSO FOI TAO DIRTY AHAHAHAHHAHHAHA MAIS AHAHHAHAHAHAHAHHA

De NOVO BLOG acupoftea.blogs.sapo.pt a 22.11.2012 às 13:37

continuo a querer mais
JACKKK

De Andrusca ღ a 23.12.2012 às 23:33

ahah, adorei a luta delas xD
omg, o beijo *-*
yess, e foi do mason, tal como eu queria *-*

De Cate J. a 24.12.2012 às 14:33

ahahahhahha o mason é um fofo, ainda bem que querias ^^ 

Comentar post




Comentários recentes

  • Helena Pinto

    Olá :)

  • Andrusca ღ

    omg será que é esta que eu vou conseguir seguir do...

  • i.

    devo dizer que com o frio que estou consigo imagin...

  • twilight_pr

    Gostei imenso! Aliás adorei!Devo dizer que fiquei ...

  • Joanna

    ahahahahhahahaAHAHAHHAAHHAHAHAHAHAHAH ele é tão se...



Posts mais comentados