Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Novembro 2012

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930


Pesquisar

 


The one - 2

Sexta-feira, 09.11.12
The one - 2 
"Ele ficou contigo"

Mason



Jack tinha razão, eu estava a divertir-me pela primeira vez após a morte do meu pai, só não sabia se estava assim devido à bebida ou porque eles eram mesmo engraçados.

-Mais outra rodada? Vais falir a mãe - disse Marie arregalando muito os olhos, ela já não estava nada bem, e talvez eu também não estivesse.

-Claro, afinal não é todos os dias que se faz dezoito! - disse Mason com um ar convencido. Olhei para ele levantando uma sobrancelha e ri-me. Tal como prometido, ele pagou-nos a rodada e desta vez eu começava a sentir-me mesmo mais quente.

Uma música começou a fazer o pessoal à nossa volta começar a dançar, Marie começou a mexer-se no banco fazendo-me rir das suas figuras. Ela era parva e eu conseguia ser como ela, mas ultimamente não conseguia fazê-lo muito.

-Anda Becca - pediu o seu irmão. Levantei uma sobrancelha porque ele era um péssimo dançarino, mas não consegui resistir ao seu sorriso e olhinhos encantadores de um azul lindo que eu amava. 

-Cuidado com os meus pés, preciso deles - gozei, ele revirou os olhos e abraçou-me a cintura mal começou uma música mais calma que a anterior. Sorri encostando a cabeça no seu ombro e ele baixou ligeiramente a cara encostando os seus lábios na minha testa enquanto dançávamos. 

-O que se passa contigo? Não estás tão contente como costumas estar, hoje - levantei o olhar com o seu comentário, eu adorava-o mas ele às vezes parecia não se lembrar do que tinha acontecido.

-Não é nada, não te preocupes - sorri-lhe.

-É a tua mãe? - perguntou fazendo-me encolher os ombros, não queria falar muito disso e ele percebeu isso calando-se e dando-me apenas um beijinho na testa. 

Senti o meu pé ser esmagado debaixo do seu e comecei a rir-me afastando-me dele depois de lhe dar um beijinho na bochecha.

-Eu já estou bêbada, é melhor não dançar muito antes que caía para o lado - ri-me. Ele fez o mesmo e agarrou na minha mão levando-me para a mesa onde estávamos. Marie, que estava a dançar com Jack veio ter connosco toda a sorrir.

-Aww, vocês estão tão fofos! - riu-se sentando-se à nossa frente.

-Mais fofos estávamos nós - vi Marie corar com o comentário de Jack, que abraçou a cintura e lhe deu um beijo na bochecha. Ela dizia que ele a tinha traído, mas ele parecia-a tratar melhor do que muitos rapazes já a trataram. 

Se eles estavam fofos ou não, eu não sabia e ainda bem que não os tinha visto. O álcool já estava a subir-me à cabeça e apesar de Marie ser a minha melhor amiga desde sempre, senti vontade de lhe saltar para cima e arrancar-lhe alguns cabelos. Suspirei contendo-me e encostei a minha cabeça ao ombro de Mason. Eles começaram a falar não sei bem do quê porque não estava com muita atenção. 

-Becca - chamou-me o irmão de Marie abanando o meu ombro ao de leve. Levantei o olhar para ele e engoli em seco.

-Eu  não me estou a sentir muito bem - disse quando a minha cabeça começou a andar à volta e o meu estômago a doer. Todos me olharam sem reagir e eu apenas me levantei devagar indo até à casa de banho. Felizmente, a sanita não estava assim tão suja, pelo que me pude agarrar a ela e vomitar todas as bebidas que tinha ingerido. Quando olhei para trás vi Mason e, surpreendentemente, Jackson atrás de mim. Encostei-me à parede branca e abanei a mão para que eles fossem embora.

-Não. - ouvi Mason.

-Estás bem? - perguntou Jackson. Abanei a cabeça fechando os olhos, não conseguia parar de ver tudo à volta, apesar do meu estômago ter acalmado. 

-Vão-se embora, eu já vou ter convosco - prometi. Mason abanou a cabeça - Mason, eu já vou - ele suspirou e foi-se embora com medo que eu ficasse chateada com ele se não fosse, contudo, Jackson continuou agachado à minha frente.

-Toma - colocou-me um pacote de açúcar nas mãos e desviou-me o cabelo ruivo da frente dos olhos.

-Jackson, vai tu também - pedi-lhe, mas ele não era tão influenciável quanto Mason e em vez de fazer o que lhe pedi sentou-se ao meu lado e agarrou no açúcar fazendo-me abrir a boca.

-Deixa derreter  - disse e eu assim o fiz. Para minha vergonhada, comecei a chorar estupidamente sentindo os seus braços à minha volta. Agarrei na sua camisola e encostei a cabeça ao peito dele.

-Lamento pelo teu pai - disse quando deixei de ouvir apenas o som do meu choro nos meus ouvidos - eu conheci-o minimamente, ajudei-o com umas coisas do trabalho - falava num tom calmo, ele podia ser quem era, mas era super inteligente tal como o meu pai, eu sabia que por vezes eles se reuniam para debater assuntos. - a minha mãe comentou ao jantar que a tua não está muito bem. Era por isso que querias ir embora?

- Abanei a cabeça negativamente, eu queria ir embora porque não o queria ver a ele e a Marie juntos. Afastei-me dele começando a dar-me chapadas a mim própria, estava abraçada ao rapaz que gostava, que por acaso, namorava com a minha melhor amiga e sabia que, com o meu cérebro ainda a trabalhar mal, isto ia dar mau resultado. - Vamos lá para dentro - eu assenti levantando-me com cuidado e passei apenas a cara por água vendo que parecia mais uma morta viva do que propriamente eu. 

Quando apareci de novo no bar Marie veio ter comigo e abraçou-me.

-Estás bem? Pensava que ias morrer! - olhei para ela fazendo uma careta mas acabei por rir. 

-Devias parar de beber Marie - ela fez um sorriso culpado e largou-me saltando para as cavalitas de Jack. Desviei o olhar deles e fui ter com Mason que estava sentado a olhar-me.  - Viste? Já estou bem, foi bebida a mais, não jantei muito - disse colocando as minhas pernas em cima das dele. Ele assentiu olhando para a irmã.

-O que foi? - perguntei vendo-o triste - fazes anos, anima-te - pedi. 

-Ele ficou contigo - encolheu os ombros - eu não gosto muito dele para a minha irmã, mas não me meto. - mordi o lábio engolindo em seco.

-Ele não é má pessoa - disse tentando fazê-lo mudar de opinião - apenas gosta de raparigas - pois… Mason assentiu e pediu para esquecer a conversa que era só ele a ser sentimental. Perguntou se queria ir embora e eu assenti, apesar de não me sentir mal, estava cansada e queria ir dormir. 

-Nós vamos embora, vou leva-la a casa - disse Mason com uma mão nas minhas costas.

-Nós vamos com vocês, não ficamos aqui a fazer nada - disse Jack e olhou para Marie, os outros já tinham ido embora por isso eu encolhi os ombros sem argumentos para dar contra. Virei costas começando a andar em direcção da minha casa.

-Manhattan à noite é assustador - comentou Mar com uma voz arrastada encostando-se ao peito de Jack que lhe abraçava os ombros. 

-Isso é porque são cinco da manhã Marie é normal que não esteja muita gente na rua ou de carro - ri-me atravessando para minha casa, felizmente já não chovia pelo que estava seca. 

-Ainda pior, quem anda pela rua somos só nós e os maus - revirei os olhos abanando a cabeça e destranquei a porta de casa. 

-Vai dormir - mandou o irmão gozando com ela. 

-Não! - era a minha mãe a gritar. Suspirei olhando para eles, que vendo-os fazer uma careta.

-Deve estar a ter um pesadelo - comentei baixo.

-Vai Becky, até amanhã - Jack falou-me novamente eu forcei-me a sorrir um pouco abrindo a porta.

-Socorro! - ouviu-se um tiro que me paralisou e quando voltei a reagir vi um vulto vir na minha direcção sentindo, depois a minha cabeça colidir com o chão. Olhei para trás tentando ver quem me tinha empurrado e ajudaram-me a levantar. Olhei em volta desorientada e Marie veio ter comigo.

-O... o tiro - murmurei e senti uma chapada na bochecha que me voltou a concentrar - oh meu deus - murmurei entrando de rompante em casa e fui até ao quarto dela, porque a sala estava como eu a tinha deixado. Quando estava a entrar parei levando as mãos à boca. A minha mãe estava deitada na cama de barriga para baixo, parecia que estava a dormir, a única diferença é que havia uma mancha enorme debaixo dela. 


 

Eu desta vez não avisei quase ninguém que comentou da última vez, porque não quero ser chata, mas quem quiser seguir a história que peça para eu dizer quando postei, não faz mal nenhum.

 

Neste capitulo já começa a acontecer alguma coisa, vocês podem ver que vai ter acção, pouca ou muita ainda não sei, mas ando a magicar umas coisas. 

 

Arriscava-me a perguntar: team Jackie (Jack+Beckie) ou team Masie (Mason+Beckie)? 

 

E agora eu pergunto, porque sinceramente estou a ficar indecisa, ponho sobrenatural (não, não é a série ahaha) ou não na história?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por Cate J. às 15:25

13 comentários

De kaitlyn roode a 09.11.2012 às 17:09

oh meu deus, espero que a mãe dela não morra.
team, hum... por agora team Masie, mas posso mudar de opinião ahah
bem, tu tens jeito para o sobrenatual so.. se quiseres faz :)

De marie-claire a 09.11.2012 às 17:12

uuuh quem será que matou a mãe da Becca? :O 

Eu para já sou team Masie. 
Estou a gostar da história continua! 
Beijinhos 

De Jo a 09.11.2012 às 17:39

Omg que pergunta dificil o.o o Jack e a Becca tem tanta quimica mas o Mason é tão jkfhcjukhfd ela não pode ficar com os dois? Mais a Marie? Tenho a certeza que ficavam os quatro muito felizes ^^
sobrenatural eheheh serie ou não é sempre giro ^^
oh meu deus nunca fiz um comentário tão estupido na minha vida o.o desculpa o.o

De Cate J. a 09.11.2012 às 18:29

eu também estou indecisa e gostava de ser a Beckiezinha o.o que eles são todos deuses 
Para a Marie devia ser um Fred (a)
aii não sei, vou pensar nisso, estou indecisa

De NOVO BLOG acupoftea.blogs.sapo.pt a 09.11.2012 às 18:49

Oh Deuses!
Team Jackie ^^ o Mason é fofo e tal mas.. eu gosto dos 'impossíveis' ahahahah ^^
Quero mais ^^ 

De Cate J. a 10.11.2012 às 10:30

ahahahhaha como eu te compreendo

De marie-claire a 09.11.2012 às 18:53

Não é necessário, eu actualizo-me diariamente e vejo se saiu ou não novo capítulo. Obrigada na mesma :)

De jane a 10.11.2012 às 10:14

Coitada da Becca, não merecia o que aconteceu no fim s:
Eu sou team Jack, mas não sei se a minha opinião deve ser muito levada em conta visto que, tenho uma tendência para adorar amores impossíveis ou complicados.

De Syrena a 10.11.2012 às 14:35


o capitulo tá mt bom
coitada da Becca :s
team Masie :) o Mason é um amor
beijinhos

De Andrusca ღ a 10.11.2012 às 19:46

O Mason gosta dela e é um fofinho *-*
OMG, coitadinha dela, se a mãe dela morre... :s
Adorei!


Sinceramente sou time Masie desde o primeiro capítulo, mas vou gostar da história escolhas o que escolhas, e acho que preferia sem sobrenatural, mas de novo qualquer coisa que decidas fica óptimo! xD

De Andrusca ღ a 11.11.2012 às 15:24

Oh, se quiseres também me podes pôr com o Mason que eu não discuto ahah
De certeza que vou gostar do que escolheres ^^

De kaitlyn roode a 11.11.2012 às 15:56

se a mãe dela morrer, por um lado ela fica sozinha e pode vir a viver com um dos rapazes (o que nem é mau pensado ahah), se não morrer, pelo menos a Becca não fica deprimida.
aposto que o Jack tem aquele ar de badboy e de mulherengo, mas no fundo é um amor ahah.
eu gosto imenso, estou a reler uma das tuas fics que só por acaso é das minhas preferidas *
beijinhos.

Comentar post


Pág. 1/2




Comentários recentes

  • Helena Pinto

    Olá :)

  • Andrusca ღ

    omg será que é esta que eu vou conseguir seguir do...

  • i.

    devo dizer que com o frio que estou consigo imagin...

  • twilight_pr

    Gostei imenso! Aliás adorei!Devo dizer que fiquei ...

  • Joanna

    ahahahahhahahaAHAHAHHAAHHAHAHAHAHAHAH ele é tão se...



Posts mais comentados