Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Novembro 2012

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930


Pesquisar

 


The one - 1

Quinta-feira, 01.11.12
The one - 1

 

Marie olhou-me e eu olhei-a.

-Confessa - pediu. Eu abanei os ombros e de seguida a cabeça fazendo uma careta.

-Não tenho nada para confessar - disse a olha-la.

-Confessa que gostas dele.

-Ele é teu namorado, é claro que não! - suspirei colocando o meu cabelo ruivo ondulado só para uma parte do meu ombro. 

-Eu não fico chateada, tu conhece-lo à mais tempo, eu percebo - disse pousando a mão no meu ombro já sem cabelo.

-Marie... - ela olhou-me com aqueles grandes olhos castanhos e eu baixei o olhar abanando a cabeça.

-Eu já percebi acabaste de dar a resposta. - veio sentar-se ao meu lado abraçando-me o outro ombro. 

-É que ele.. ele é tão perfeito - abanei a cabeça. Ele tinha um cabelo preto, olhos castanhos muito idênticos aos de Marie, mas os dela eram mais expressivos e grandes, apesar dos dele terem um ar de menina por serem muito pestanudos. E era grande e musculado. Era um dos melhores.

-Não, não é - disse Marie abanando a cabeça. Eu ergui o olhar para ela com uma expressão confusa. - Eu gosto dele, mas.. ele é um atrasado Becca. - garantiu. Sim, ele tinha uns problemas. Por ser tão lindo conquistava todas as fáceis e deixava aquelas que gostavam mesmo dele mas que não caem apenas no seu encanto, tal como eu.

-Eu sei, ele tem... 

-Muitos problemas se não acabar com  isto. Nós somos namorados à uma semana, mas eu tenho a certeza que por trás ele já andou com outra. - Fiquei ligeiramente espantada por ela me estar a dizer aquilo sem pena ou arrependimento.

-Então porque é que começaste a andar com ele? - perguntei.

-Porque... não sei, acho que queria saber como era. - Fiquei a olhar para ela com cara de parva, eu não me queria zangar, mas se ela... Abanei a cabeça em sinal de reprovação mas acabei por sorrir-lhe.

-Deixa estar, esquece o assunto, tenta muda-lo. - encolhi os ombros - faz qualquer coisa, se dizes que não gostas da maneira dele.

-Eu gosto das saídas à noite mas às vezes ele abusa - levantou-se voltando para a minha frente olhando para o relógio. - Eu tenho que ir para casa Becca, os meus pais estão à espera para ir jantar. O meu irmão faz anos - revirou os olhos.

-Eu sei - sorri. Claro que sabia, o irmão dela era o meu melhor amigo de sempre, era o rapaz mais perfeito à face da terra. - Manda-lhe os parabéns por mim, hoje só quero comer alguma coisa e dormir - levantei-me dando um beijinho na bochecha. Ela deu-me outro sorrindo-me e saiu. 

Fui para a sala ver onde estava a minha mãe e suspirei quando a vi adormecida no sofá. Eu já não sabia o que lhe fazer, ela não reagia à morte do meu pai. Tinha entrado numa depressão que eu não conseguia lidar. Queria poder estar de luto por ele durante algum tempo mas com ela assim não conseguia, tinha que ser forte por ela já que se tinha ido tão a baixo. Fiz o jantar para as duas e quando ficou pronto acordei-a puxando-a para comer, fizemo-lo em silêncio e ela não comeu quase nada. Passei a mão pelo cabelo puxando para trás tentando pensar no que fazer mas apenas levantei a mesa e arrumei tudo deixando-a ir para o quarto, fiz o mesmo deitando-me na cama e foi aí que senti o meu telemóvel vibrar. Olhei para o visor vendo que era Mason, o irmão de Marie.

-Diz. 

-Eh, que mal humor é esse? - reclamou nada agradado. Respirei fundo e endireitei-me na cama.

-Desculpa, mas o que queres?

-Anda com o pessoal para o Crebits - pediu, ou melhor, ordenou. Fiz uma careta coçando a cabeça e suspirei. Não me apetecia nada, ainda por cima a cama estava tão quentinha e lá fora estava a chover, mas sabia que se dissesse que não ele vinha até minha casa e me arrastava até lá visto que o bar perto. 

-Sim, estou a ir - disse levantando-me com alguma dificuldade. Desliguei a chamada vestindo uma coisa tão quentinha quanto a minha cama. Agarrei no chapéu de chuva depois de calçar as minhas botas e saí de casa, não valia a pena dizer à minha mãe visto que ela já nem devia estar acordada, devia estar sedada com os comprimidos. Entrei no Crebits que ficava à distância de quatro casas de mim, do outro lado da rua e olhei em volta. Estava lá muita gente, mas quando vi Jack o meu coração quase que explodiu. Ai, aquele cabelo preto. Abanei a cabeça vendo do outro lado Mason e Marie mais o pessoal. Sorri indo ter com eles.

-Oh meu deus Becca, parece que vens de robe - riu-se Marie um pouco mais alterada do que o costume. Olhei para mim própria, eu tinha um casaco creme todo apertando por causa do frio.

-Eu estava na cama, tinha que vir quentinha para aqui - reclamei sorrindo para o resto do grupo. Sentei-me na mesa onde eles estavam, arranjando um lugar para mim ao lado de Mason e Marie e encostei-me ao rapaz mais contente por ter vindo. Não era mau estar com eles, mas às vezes ficava como a minha mãe e não conseguia reagir. 

-Parabéns para mim, e eu vou pagar uma rodada a todos - disse Mason alto. Ri-me olhando para o barman que quando ouviu aquilo começou logo a fazer as nossas bebidas. Nós costumávamos vir cá tantas vezes que Daniel já sabia o que íamos querer. 

-Ouvi rodada? - ouvi uma voz que me fez arregalar e vi Jack mesmo ao meu lado. - Eu agora sou da família puto - Mason riu-se e apontou para o lugar livre ao lado de Marian, mas ela pareceu ficar tão assustada que ele sentou-se ao lado de Marie, consequentemente mesmo ao meu lado. Marie sorriu-me levemente e hesitou antes de lhe dar a mão como ele tinha feito. A minha boa disposição momentânea tinha acabado. Se soubesse não tinha vindo, nem sequer tinha vindo de "robe". Se alguma vez tive oportunidades com ele estas acabaram de ser destruídas devido à minha aparência. 

Daniel veio trazer-nos a bebida adicioando outra à lista por causa de Jack e fizemos um brinde, só queria ir embora dali por isso quando me acabei, virei-me para Mason.

-Eu vou para casa - disse-lhe, ele fez uma cara nada animada. 

-Não vais nada, vamos ficar aqui a curtir com o pessoal - ouvi Jack. Hã? Ele tinha falado para mim? Depois de tanto tempo? Olhei para ele meio atordoada. - o que foi? - perguntou-me arrelando ligeiramente os olhos castanhos. Ai. Abanei a cabeça para lhe responder, dizendo que não era nada.

-Mas eu queria mesmo ir, a minha...

-Oh Becky senta-te  - disse quando eu já estava paralisada - vais divertir-te vais ver - fiz força para não abrir ligeiramente a boca, ele tinha-me trado por Becky, ninguém fazia isso, era sempre Becca Becca Becca. Sentei-me meia paralisada ainda. - Mais uma rodada e agora sou eu. - quando o olhei ele sorriu-me. 

 

Ontem não consegui postar porque cheguei a casa as sete e meia e fui sair à noite, não consegui mesmo por ainda tive que preparar as coisas e arranjar-me. Desculpem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por Cate J. às 13:48

7 comentários

De kaitlyn roode a 01.11.2012 às 15:23

só pelo gif uma pessoa fica logo entusiasmada, ahah.
adorei, continua :)


beijinhos *

De Andrusca ღ a 01.11.2012 às 15:51

Hum... eu não sei se gosto do Jack ou não xD
De qualquer maneira, adorei o primeiro capítulo u.u
Espero que te tenhas divertido ontem (:

De marie-claire a 01.11.2012 às 17:54

Gostei. Continua! :)

De kaitlyn roode a 01.11.2012 às 21:09

ele tem algo de extremamente bom, ahah

De jane a 04.11.2012 às 23:16

Encontrei agora o teu blog e li este primeiro capítulo. Devo dizer-te que gostei muito e vou acompanhar o blog (:

De Syrena a 06.11.2012 às 16:22

gostei :)

De Isabella a 08.12.2012 às 15:39

Gostei muito do primeiro capitulo!!
Vou ler os restantes ;)

Comentar post




Comentários recentes

  • Helena Pinto

    Olá :)

  • Andrusca ღ

    omg será que é esta que eu vou conseguir seguir do...

  • i.

    devo dizer que com o frio que estou consigo imagin...

  • twilight_pr

    Gostei imenso! Aliás adorei!Devo dizer que fiquei ...

  • Joanna

    ahahahahhahahaAHAHAHHAAHHAHAHAHAHAHAH ele é tão se...



Posts mais comentados